Nossas meninas mandaram bem

Laura Mira desempenha bem no XTerra

São Paulo (SP) - A jovem ciclista Giuliana Morgen (Sense Factory Racing), de 14 anos, foi um dos destaques femininos do Brasil no Campeonato Pan-Americano de MTB da Colômbia. Em Pereira, Giugiu - como é conhecida - conquistou o título de campeã juvenil pan-americana, colocando o Shimano Sports Team no alto do pódio de sua categoria. Também estiveram presentes na competição outras duas ciclistas Shimano, Karen Olimpio (Squadra Oggi), quarta colocada na sub-23, e Marcela Lima (Groove/Shimano), top 10 na júnior.

A conquista de Giuliana veio após completar as duas voltas da pista de 4,1 km em 46min41, apenas sete segundos à frente da vice-campeã, a colombiana Ana Sofia Villegas. O pódio foi completado por Karen Sanches, também da Colômbia. "Estou muito feliz com esta conquista. A prova foi muito dura, a mais difícil que eu já fiz. Tinha muitas subidas e partes técnicas. Estive o tempo todo trocando de posições com a segunda colocada, até que nos metros finais dei tudo que tinha para sair com a medalha de ouro", comemorou Giugiu, natural de Petrópolis (RJ).

Na sub-23, Karen Olimpio terminou as quatro voltas da sua categoria em 1h22min07, para garantir assim a quarta posição do Pan. O título ficou com a colombiana Leidy Meira, seguida de sua compatriota Ana Maria Roa. O top 3 teve ainda a mexicana Erica Rodriguez. "Para mim quatro voltas que pareciam intermináveis, porque foram muito duras. Larguei bem, chegando a estar em terceiro, porém em um ritmo muito intenso, que exigiu muito da força física e psicológica. Por isso, estou muito contente com o desempenho dentro de uma prova tão exigente", destacou Karen. As ciclista Karen e Giuliana, bem como Marcela Lima, utilizam componentes top de linha da Shimano em suas bicicletas.

XTerra Nova Zelândia - Paulistana radicada em Barretos (SP), Laura Mira (Squadra Oggi) representou o Brasil na abertura do circuito XTerra Asia Pacific Tour, na Nova Zelândia. A prova do triatlhon do XTerra Rotorua Festival contou com 1 km de natação no Blue Lake, 26 km de mountain bike e 11 km de corrida de montanha. "Sabia que o nível ia ser alto. Acabei não nadando muito bem, mas considero que tive um bom desempenho na bike e, em seguida, encerrei a competição com uma corrida excepcional", relatou Laura, 11ª colocada, da prova vencida por Jacqui Allen (GBR).

"Diferentemente das demais provas do circuito mundial, não houve separação para os atletas da elite com os amadores. Assim, após a natação, tivemos um funil para o início do mountain bike e por isso peguei um grande congestionamento de participantes de outras categorias, me prejudicando demais. De qualquer forma, fico feliz pela performance e pelo meu trabalho, com as sensações que tive durante a prova toda", completou a triatleta Shimano.

Mais novidades estão por vir - A marca acaba também de fechar parceria com uma equipe de ciclismo feminina do Brasil, que conta com um projeto voltado a incentivar as mulheres a pedalarem. Em um próximo release, contaremos todos os detalhes desta novidade. Aguardem.